Projetos de extensão vinculados ao SAMES

Ações vinculadas à difusão do conhecimento cientifico sobre a diversidade da flora e sua conservação para a comunidade local e regional têm sido executadas pelo SAMES por meio de publicações especializadas, como textos em jornais, exposições em feiras técnicas dos municípios da região, apresentações de programas de rádio e televisão. Para a comunidade cientifica, tem-se realizado cursos e palestras

 

                   

 

 

                   

                  

Visita de pesquisadores estrangeiros à coleções (a) e fragmentos florestais (b) do norte capixaba, durante uma das excursões do 59th Annual Symposium of the International Association for Vegetation Science (IAVS), promovida pelo SAMES.

 

                     

                     

Atividades de jardinagem no campus da UFES, em São Mateus promovida pelo SAMES. Momentos para se discutir sobre conservação ex situ, espécies ameaças e endemismos.

 

Projeto: Botânica na Primavera

Descrição: Este projeto foi baseado no modelo desenvolvido pela USP, onde estudantes de Pós-Graduação do Departamento de Botânica do Instituto de Biociências ministram aulas de Botânica para alunos de graduação e recém-graduados de outras instituições do Brasil. Na modalidade desenvolvida pelo herbário SAMES, estudantes do Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical e de Graduação em Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) da UFES, ministram aulas de Botânica para estudantes do ensino médio das escolas da periferia de São Mateus. Desta forma, promove-se a integração destes estudantes com o espaço universitário, aumentando, nos mesmos, o interesse pelo ensino superior. Agregado a isto, desenvolve-se nos estudantes de graduação e de pós-graduação da UFES habilidades para o planejamento e desenvolvimento de aulas em abordagens em botânica.

                                                                                

Atividades dentro do herbário SAMES com estudantes do ensino fundamental das escolas públicas da Região de São Mateus.

 

Projeto: Ecologia de Restinga e Mata Atlântica

Descrição: Os ambientes de restinga e de floresta de tabuleiro no norte do Espírito Santo estão sob forte impacto da pressão imobiliária tornando vulneráveis dezenas de espécies de plantas e animais que apresentam seus limites de distribuição neste trecho do litoral brasileiro, além daquelas endêmicas da região.  Sua importância e características intrínsecas são apresentadas em um curso especifico, de curta duração, para técnicos do Instituto de Meio Ambiente do Espírito Santo (IEMA), Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (IDAF), membros do Batalhão Ambiental da Policia Militar do Espirito Santo e técnicos das secretarias de Meio Ambientes dos Municipais de Linhares, Sooretama, Jaguaré, São Mateus e Conceição da Barra. A importância deste curso tem se refletido no aumento do conhecimento sobre legislação, fisionomias da vegetação, estágios sucessionais pelos técnicos desses órgãos e em ações conjuntas promovidas por eles ao combate a irregularidades ambientais.

                                                            

                                                    

Aula teórica do curso “Ecologia de restinga”, promovido pelo SAMES para o batalhão florestal da Polícia Militar do Espírito Santo, Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo, Instituto Estadual de Meio Ambiente e recursos Hídrico do Espírito Santo e técnicos das Secretarias de Meio Ambiente dos municípios do norte capixaba (São Mates, Conceição da Barra, Linhares, Jaguaré e Sooretama).

 

Projeto: Extensão em Educação Ambiental

Descrição: O Núcleo de Ensino de Biologia do CEUNES/UFES, em parceria com o Herbário SAMES tem oferecido cursos de extensão em educação ambiental, com o objetivo de oportunizar aos participantes o conhecimento básico sobre a biodiversidade florística da Região Norte do Espírito Santo. Dessa forma, além de contribuir com das atividades de campo nos diferentes ecossistemas da Região, os técnicos do SAMES promovem visitas de professores e educadores não-formais ao herbário com objetivo de socializar resultados de pesquisas e as estratégias de mapeamento da biodiversidade. Com início das atividades em 2015, o curso já atendeu 100 professores do ensino básico. 

 

Projeto: Kits didáticos: uma abordagem complementar ao ensino de Botânica

Descrição: este projeto tem como objetivo a produção e confecção de kits didáticos para o ensino de Botânica para o ensino Fundamental II e ensino médio. Cada kit é composto por exsicatas, modelos tridimensionais, atividades, jogos, entre outros. Os kits são confeccionados e ficam armazenados no herbário SAMES e disponíveis para empréstimo aos professores da rede pública da região norte do Espírito Santo. Em 2017, os kits estão sendo aplicados em três escolas públicas do munícipio de São Mateus, atendendo cerca de 100 alunos do 7º ano do ensino fundamental.

 

Projeto: Coleção de plantas de interesse agronômico

Descrição: O projeto tem como objetivo criar e manter uma coleção de referência de plantas de interesse agronômico, com ênfase nas daninhas e/ou invasoras, forrageiras, frutíferas e nas de uso medicinal e/ou aromáticas. Coletas estão sendo realizadas na Fazenda Experimental do Ceunes e lavouras nos munícipios da região norte do Espírito Santo. Amostras de material fértil estão sendo herborizadas e depositadas no herbário SAMES. Com este projeto, pretende-se fornecer informações sobre a correta identificação das espécies para os agricultores e dar subsídios para futuros estudos para controle de daninhas e/ou aumento na produtividade.

 

Projeto: Ensino de Botânica e Educação Ambiental em Museus e Jardins Botânicos

Descrição: São Mateus não dispõe de Museu de História Natural, tão pouco de Jardim ZooBotânico. O Herbário SAMES, com este projeto visa oferecer vivência e treinamento profissional para a comunidade acadêmica da UFES, na área de Educação Ambiental, no espaço das coleções biológicas. Entre seus objetivos específicos estão: (1) aproximar graduandos e pós-graduandos do Herbário; (2) conectar as pessoas a biodiversidade vegetal, e sua necessária conservação; (3) Capacitar graduandos em Ciências Biológicas como educadores ambientais em Museus e Jardins Botânicos; (4) Fornecer formação inicial e continuada de ensino de Botânica para professores. Como resultados dos projetos já foram oferecidos: (1) Aulas práticas de disciplinas da UFES; (2) Cursos de extensão em eventos científicos; (3) visitas guiadas ao Herbário e ao Projeto paisagístico do CEUNES-UFES.

 

                                                      

                                                     

Mesa Redonda de Ensino de Biologia do Congresso Nacional de Botânica, Vitória-ES (setembro de 2016), onde as experiências desenvolvidas no SAMES foram apresentadas.  B) participantes do curso “Ensino de Botânica e Educação Ambiental em Museus e Jardins Botânicos”.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia Governador Mário Covas, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-540